Receita #132 — Bolacha de amêndoa, avelã e chocolate negro

As bolachas são sempre boas companheiras.

São ricas em hidratos de carbono e proteínas e dão-nos a sensação de saciedade, quando temos fome.

Costumo comer uma bolacha a acompanhar o café da tarde, por volta das 17h. Assim, fico satisfeito até à hora do jantar.

Esta receita é fácil de confecionar e o resultado são bolachas cheias de aroma e sabor. A apresentação visual destas bolachas também é qualquer coisa!

Estas bolachas são, também, um ótimo presente para oferecer a alguém.

Então, vamos lá!

Receita #132 — Bolachas de amêndoa, avelã e chocolate negro

| Propriedades energéticas: hidratos de carbono, fibras e proteínas

| Tempo de execução: 20 minutos

| Ingredientes:

  • 1/2 chávena de farinha de amêndoa
  • 1/2 chávena de farinha de avelã
  • 1 colher de chá de farinha de linhaça
  • 1 pitada de sal marinho
  • 1 colher de café de canela em pó (opcional)
  • Raspa de 1 limão (opcional)
  • 1 chávena de farinha de trigo integral (farinha de arroz para bolachas sem glúten)
  • 1/4 de chávena de manteiga vegetal
  • 1/4 de chávena de bebida vegetal de amêndoa
  • 1/4 de chávena de açúcar de cana integral
  • 1/2 chávena de chocolate negro (derretido)

| Preparação:

  • Junte todos os ingredientes secos e mexa bem;
  • Adicione os líquidos e a raspa de limão e mexa até obter uma massa homogénea (esta massa pega nas mãos, é nornal);
  • Humedeça as mãos com água e faça pequenas bolinhas, coloque-as em cima de um tabuleiro forrado com papel vegetal e achate-as, formando pequenos círculos com cerca de 2cm de espessura;
  • Leve as bolachas a assar no forno pré-aquecido a 170º, por 10-12 minutos;
  • Barre as bolachas com o chocolate derretido, após estas saírem do forno;
  • Deixe as bolachas arrefecerem em cima de uma grelha;
  • Conserve as bolachas numa caixa fechada.

Bom apetite!

Advertisements

Receita #130 — Caldeirada de Legumes

Para celebrar os dias quentes de verão e de praia, para mim, nada melhor que uma bela caldeirada.

Esta receita é cheia de aroma e sabor. Quando terminei de a confecionar e desliguei o lume, senti exatamente o mesmo aroma de uma caldeirada de peixe.

O resultado desta receita é um prato pleno de proteínas e nutrientes. Podemos ser criativos e irmos para além dos legumes que eu sugiro nesta receita. A grande vantagem de uma receita estufada é essa mesmo: quase tudo funciona bem, desde que respeitando os tempos de cozedura dos legumes.

Esta receita é dedicada aos oceanos. Sem eles a vida não é possível!

Receita #130 — Caldeirada de Legumes

Propriedades energéticas: proteína, fibras, minerais e vitaminas

Tempo de execução: 45 minutos

Ingredientes:

  • 2 cebolas
  • 2 dentes de alho
  • 200 gr de cogumelos pleorotus
  • 2 tomates maduros
  • 1 folha de louro seco
  • 1 endívia
  • 2 batatas brancas
  • 1 pimento verde
  • sal, q.b.
  • pimenta, q.b.
  • 2 colheres de chá de pimentão doce
  • 100 gr de feijão verde
  • 100 gr de abóbora
  • 3 raminhos de coentros
  • azeite, q.b.
  • 50 gr de vinho branco
  • água (até tapar os legumes dentro do tacho)

Preparação:

  1. Corte as cebolas em rodelas finas, pique os alhos, corte os tomates, as abóboras e as batatas em cubos, corte os cogumelos e o feijão verde grosseiramente, corte o pimento em tiras e pique os coentros;
  2. Coloque todos os ingredientes dentro de um tacho e tempere;
  3. Adicione o azeite e o vinho branco, e cubra os ingredientes com água;
  4. Dexe cozinhar em lume médio, por 40 minutos ou até os legumes estarem cozinhados.

Bom apetite!

Receita #129 — Maionese de couve-flor

Vi esta receita neste site e decidi experimentá-la.

Claro que adaptei alguns ingredientes e algumas técnicas. O resultado é uma maionese branca e cremosa, com um leve aroma a couve-flor e a alho. O sabor é adocicado e leve.

Aprovada!

Logo ao jantar, já irei experimentá-la, com uma patanisca ou barrada numa tosta.

Receita #129 — Maionese de couve-flor

Propriedades energéticas: proteína, minerais e fibra

Tempo de execução: 15 minutos

Ingredientes:

  • 2 chávenas de couve-flor (floretes) cozidos
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 1 dente de alho
  • 1 colher de café de sal marinho
  • 1 colher de sopa de polvilho azedo
  • Sumo de 1/2 limão
  • Pimenta q.b.
  • Manjericão seco q.b. (opcional)
  • 1 colher de chá de levedura de cerveja

Preparação:

  1. Coza os floretes da couve-flor;
  2. Coloque todos os ingredientes dentro de um processador e processe, até obter uma pasta homogénea;
  3. Leve o preparado a cozer num tacho, até engrossar (mais ou menos 5 minutos);
  4. Deixe arrefecer e bom apetite.

Receita #61 — Brownie Vegan

O brownie é um doce, meio bolo, meio mousse.

Enfim, uma perdição!

IMG_6553
Brownie com calda de chocolate | Fotografia: Victor Sebastião, 2017

Continue reading “Receita #61 — Brownie Vegan”

Receita #128 — Cogumelos “à Bulhão Pato”

É possível adaptar pratos da nossa rica gastronomia a versões sem proteína animal.

Esta receita é típica das tardes de verão, mas, ao invés de levar como ingrediente principal a amêijoa, leva cogumelos.

O aroma dos coentros e o limão são uma apoteose para o paladar que este prato nos oferece. Pode ser uma entrada ou uma guarnição ou um prato principal. Como eu gosto de misturar tudo, acabei por utilizar estes cogumelos como recheio de um bolo do caco, cuja foto podem ver neste post.

Espero que apreciem!

Receita #128 — Cogumelos “à Bulhão Pato”

| Propriedades energéticas: proteínas, fibras e minerais

| Tempo de execução: 15 minutos

| Ingredientes:

  • 200 gr de cogumelos marron
  • coentros a gosto
  • 1 colher de café de sal fino
  • 1 pitada de pimenta preta
  • 2 chalotas
  • 1 dente de alho
  • azeite, q.b.
  • orégãos
  • sumo de limão, q.b.

| Preparação:

  1. Pique a chalota e o alho, e aloure na frigideira, com o azeite;
  2. Corte os cogumelos em quartos, junte-os à frigideira e envolva-os no refogado;
  3. Junte as especiarias, o sumo de limão e os orégãos, e deixe cozinhar, por 5 minutos, em lume médio (os cogumelos devem ficar al dente);
  4. Finalize com coentros frescos e sumo de limão.

Receita #127 — Arepas

As arepas são pequenos discos que assamos na frigideira e que resultam num pão fino muito saboroso.

É, pois, um pão típico de alguns países da América do Sul (Venezuela ou Colômbia). Eu provei as minhas primeiras arepas (venezuelanas) há uns anos e fiquei fã. As arepas são obrigatórias na mesa de Natal destes países, dada a importância que têm na gastronomia latino-americana.

Estes pãezinhos não têm glúten.

Então, vamos lá!

Receita #127 — Arepas

| Propriedades energéticas: hidratos de carbono, fibras e minerais

| Tempo de execução: 15 minutos

| Ingredientes:

  • 2 chávenas de farinha de milho fina (fubá)
  • 2 chávenas de água morna
  • 1 colher de café de sal marinho
  • 1 colher de café de alho em pó (opcional)
  • 1 colher de café de ervas aromáticas (opcional)
  • 1 colher de café de creme vegetal à temperatura ambiente (ou amolecido)
  • Patê de cogumelos para rechear (ou outro recheio da sua preferência)

| Preparação:

  1. Coloque a farinha (peneirada), o sal, o alho em pó e as especiarias numa taça e misture bem;
  2. Faça uma covinha no centro e deite o creme vegetal e, aos poucos, vá juntando água e vá amassando, até obter uma massa lisa, homogénea e que não cole nas mãos;
  3. Faça pequenas bolas (60 gr) e leve-as a assar numa frigideira anti-aderente (pode adicionar um fio de azeite); achate-as com a mão, no sentido de formar um disco (também pode fazer o disco em primeiro lugar e depois colocá-lo na frigideira); asse-as de cada lado, por 5 minutos ou até ficarem douradas;
  4. No fim, ainda mornas, pode abri-las ao meio (como se se tratasse de um papo-seco e recheá-las ao seu gosto.

Receita #126 — Pão de “queijo”

Quem é que não gosta de pão de “queijo”?

São uma bolinhas aromáticas e fofas que caem sempre bem — sobretudo, como entrada, enquanto bebemos um trago de vinho e esperamos pelo prato principal.

Fiz esta receita baseada no site Tudo Gostoso e adaptei os ingredientes ao meu gosto. Consegui um resultado muito semelhante aos pães de “queijo” originais e, no dia seguinte, ainda estavam fofinhos e muito saborosos. No dia seguinte, podem voltar a aquecer no forno, ou, até, tostá-los — ficam maravilhosos.

Espero que gostem!

Receita #126 — Pão de “queijo”

| Propriedades energéticas: hidratos de carbono e minerais

| Tempo de execução: 20 minutos

| Ingredientes:

  • 2 chávenas de polvilho azedo (ou doce)
  • 1/2 chávena de farinha de trigo T65 (opcional) — torna a massa mais maleável
  • 1 chávena de puré de batata-doce
  • 1 colher de café de sal marinho
  • 1 colher de café de alho em pó
  • 1 colher de café de levedura de cerveja (opcional)
  • 1 colher de sopa de farinha de linhaça
  • 1/2 chávena de água (morna)
  • 2 colheres de sopa azeite

| Preparação:

  1. Coza as batatas-doce e amasse-as, até obter um puré;
  2. Junte o polvilho, a farinha de trigo (opcional), o sal marinho, o alho em pó e a levedura de cerveja, e envolva;
  3. Adicione o azeite e a água e vá amassando, até obter uma massa que não cole e que seja moldável;
  4. Faça bolinhas, disponha-as num tabuleiro forrado com papel vegetal, com espaço para que possam crescer, e asse-as no forno, pré-aquecido a 170º, por 15 minutos, ou até crescerem e ficarem douradas.

Tão boas que são!